Por Friends Of Angola 3 de junho de 2020

Há séculos que testemunhamos a discriminação, violência sistemática e institucionalizada contra cidadãos negros nos Estados Unidos da América. Enquanto uma organização cujo pessoal e liderança é negra, estamos cansados, indignados com a dor e violência estrutural perpetrada sobre homens e mulheres semelhantes a nós, e indígenas pelo mesmo sistema que deveria proteger a todos.

George Floyd, Ahmaud Arbery e Breonna Taylor são apenas as últimas vítimas de um sistema que continua a falhar. Os nossos direitos humanos são ignorados e a nossa humanidade desvalorizada. Isto já não é para ser suportado.

Enquanto trabalhamos diligentemente para relatar as atrocidades e as violações dos direitos humanos cometidos em Angola e no resto de África, estamos consternados com a injustiça racial e a supremacia branca que prevalecem nos Estados Unidos da América, a terra dos livres e a casa dos corajosos.

Essa bravura está agora a ser tocada nas ruas das cidades americanas. Os manifestantes pedem que este sistema, que protegeu demasiados agentes corruptos, seja erradicado. Há demasiado tempo que a polícia permanece impune, apesar de muitas atrocidades que cometem contra as minorias.

A Friends of Angola apoiará incondicionalmente estes protestos pacíficos e não violentos. Queremos justiça, responsabilidade e acção para combater o racismo sistémico que habita na cultura e psicologia colectiva da sociedade americana.

Em solidariedade com todas as vítimas da violência racial, denunciamos veementemente esta injustiça e exigimos uma acção rápida para pôr fim a esta pandemia do racismo.

Atenciosamente,

Florindo U. Chivucute
Diretor Executivo
Friends of Angola

© 2020 - Friends of Angola

All Rights Reserved to  friendsofangola.kasaiconnect.com